sábado, 29 de dezembro de 2012

Enlouquecedor sem duvida


O telefone que não toca, a saudade que não se esvaí e esse sentimento que não diminui. 
A falta que não é suprida, a carta que você se esqueceu de me escrever ou teve preguiça de levar até o correio. 
O e-mail que não chegou ou talvez a sua internet não esteja mesmo muito boa. 
Não te vejo, mas te procuro. Só que os teus sinais são indecifráveis. 
Só que eu falo a língua do amor e você é do tanto faz. Eu sou o agora e você o amanhã. Eu simplesmente não compreendo. Porque os opostos deveriam se atrair, mas nos só estamos nos afastando. E o meu querer, sozinho, se torna nulo. 
Meu orgulho é frágil, você sabe, se fere com o teu silêncio e me impede de te procurar mais vezes. Sua perseguição inconsciente me tortura. Porque você está em toda parte, em cada pessoa que tenha um pouco dos traços do teu rosto, no rádio quando o ligo e sua banda favorita está lá, tocando. Vejo uma mancha na parede e o meu desejo de você faz aquela coisa tomar forma e se parecer contigo. Sua cor favorita foi vestida pelo mundo e me impede de te esquecer nas horas que sucedem o meu sono. 
É enlouquecedor te ter em toda parte e não te ter nunca. Porque você não se decide se me mata logo de amor ou se continua a me torturar com essa ausência constante e presente.
— Querido John e Casebre 

Poderiamos mesmo!


Eu poderia cuidar de você. Poderíamos nos abraçar e nos sentir protegidos um com o outro. A gente poderia deitar naquele sofá da sala e assistir filmes melosos. Poderíamos sair um sábado a tarde e namorar a beira mar. Eu poderia fazer declarações a todo instante até você dizer que não aguentava mais. Você poderia ficar com raiva porque não fiz aquele favor urgente que você pediu. A gente poderia fazer as pazes e resolver o problema juntos. Poderíamos passar o dia brigando e discutindo a relação, e logo a noite dizer que não precisava daquilo. Eu poderia te ligar a noite, antes de dormir, só pra dizer o quanto gostava de você, poderia também dizer ”desliga primeiro”, e a gente ficaria insistindo com aquele ”desliga você”. A gente poderia se amar. Poderia ser hoje, amanhã, depois. Poderia ser a gente.
— Verborragias

Ai a insegurança :p


Se a pessoa é minha, você nao tem que ficar de "Nhem nhem nhem" com ela porra!

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Deste amor, só a gente é que sabe



Eu torço por você. Torço para que tuas metas sejam alcançadas. Para que tua vida seja lotada de coisas boas e bonitas. Torço para que nada de mal te aconteça. Que não haja espaço dentro de você para medo ou qualquer coisa ruim, que te faça querer desistir. Torço para que você me escolha todos os dias. Como tua primeira, segunda, terceira, quarta, ultima opção. Para que eu seja tua única opção. E peço todas as noites para que Deus continue te guardando pra mim, e me guardando para você. E nos dando cada vez mais certeza da nossa vida juntos. E que nos ajude a cuidar direitinho desse amor bonito que só a gente tem.
— Plenitude.

Porquê? :o


Obviously!



Mas não importa quanto tempo eu fique sem falar com você. 
Porque de qualquer jeito a saudade sempre vai ser grande.
— Obviously, I love you.

Prendinhas :3

As melhores :3

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Quantas vezes ja nao disseste isso? :o



— Esqueça-a.
— Não quero esquecê-la. Quero que volte pra mim.
500 Dias Com Ela

Nao vas, pode ser?



No fundo, minha vontade foi dizer: “Caralho, fica. Deixa toda essa babaquice de lado e volta. Sem egoísmo dessa vez, dos dois lados.” Mas aí não. Só fiquei parado vendo a melhor coisa que aconteceu na minha vida ir embora. Sem explicação. E eu percebi que era tarde demais para voltar atrás. Que nada do que eu fizesse iria adiantar.
— Yeah, You’ve got me

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012